Sexta, 17 Mai 2019 19:42

CAPS/Itamarandiba realiza passeata pela luta antimanicomial

Profissionais da saúde e familiares de portadores de deficiência mental participaram, na tarde de hoje, 17 de maio, de uma passeata alusiva ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, celebrado no Brasil no dia 18 de maio. A mobilização visou fomentar um elo entre pacientes e população, bem como despertar na comunidade a importância de se quebrar o preconceito existente em desfavor das pessoas portadoras de distúrbios mentais. Para tanto, além da passeata, os organizadores promoveram, também, uma blitz com a distribuição de kits educativos.

A manifestação, coordenada pela equipe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Itamarandiba, com apoio da Prefeitura, Secretaria Municipal de Saúde, Polícia Militar e Associação de Usuários, Familiares e Amigos do CAPS, teve como ponto de partida a Praça Tancredo Neves, bairro São Geraldo, com destino final a Praça dos Agricultores, região central da cidade.

 

Durante todo o percurso, os participantes empunharam faixas, distribuíram panfletos e bradaram pela causa dos portadores de deficiência mental, sobretudo as formas de tratamento ofertadas pelo serviço público de saúde. De acordo com o assistente social do CAPS/Itamarandiba, José Carlos de Paula Araujo, o manifesto é realizado em todo o país e busca garantir atendimento humanizado e digno para as pessoas com transtornos mentais. “Essa luta é na busca pela inclusão e convívio na sociedade. É preciso que todos tenham a plena convicção de que trancar não é tratar, que a liberdade é o melhor cuidado! Evocamos a sociedade para essa luta.”, comentou Araujo.

Para mais informações e/ou apoio procure o CAPS/Itamarandiba, situado à Rua Dona Memeca, 154, centro. Telefone: (38)3521-3256.

 Ernane Frois

ASCOM:Prefeitura Municipal de Itamarandiba

Última modificação em Sexta, 17 Mai 2019 20:02
  • Image
  • Text
  • Additional info
  • Latest by author
  • Related items
  • Gallery

Profissionais da saúde e familiares de portadores de deficiência mental participaram, na tarde de hoje, 17 de maio, de uma passeata alusiva ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, celebrado no Brasil no dia 18 de maio. A mobilização visou fomentar um elo entre pacientes e população, bem como despertar na comunidade a importância de se quebrar o preconceito existente em desfavor das pessoas portadoras de distúrbios mentais. Para tanto, além da passeata, os organizadores promoveram, também, uma blitz com a distribuição de kits educativos.

A manifestação, coordenada pela equipe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Itamarandiba, com apoio da Prefeitura, Secretaria Municipal de Saúde, Polícia Militar e Associação de Usuários, Familiares e Amigos do CAPS, teve como ponto de partida a Praça Tancredo Neves, bairro São Geraldo, com destino final a Praça dos Agricultores, região central da cidade.

 

Durante todo o percurso, os participantes empunharam faixas, distribuíram panfletos e bradaram pela causa dos portadores de deficiência mental, sobretudo as formas de tratamento ofertadas pelo serviço público de saúde. De acordo com o assistente social do CAPS/Itamarandiba, José Carlos de Paula Araujo, o manifesto é realizado em todo o país e busca garantir atendimento humanizado e digno para as pessoas com transtornos mentais. “Essa luta é na busca pela inclusão e convívio na sociedade. É preciso que todos tenham a plena convicção de que trancar não é tratar, que a liberdade é o melhor cuidado! Evocamos a sociedade para essa luta.”, comentou Araujo.

Para mais informações e/ou apoio procure o CAPS/Itamarandiba, situado à Rua Dona Memeca, 154, centro. Telefone: (38)3521-3256.

 Ernane Frois

ASCOM:Prefeitura Municipal de Itamarandiba

Mais recentes de HernaneF

Itens relacionados (por tag)

Endereço

Canal de vídeos

Rede Social